16/06/2015 Undime Categorias: Notícia Notícias Undime 15º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação

Todas as notícias Categorias

Educar para não castigar

A discussão em torno da redução da maioridade penal, debatida atualmente pelo Congresso Nacional e prevista para entrar em pauta amanhã, foi lembrada por alguns participantes do primeiro dia do Fórum.

Gary Stahal, representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância no Brasil (Unicef), lembrou que o mais importante é o país pensar que modelo de sociedade quer para as crianças e os adolescentes. “Nós da Unicef defendemos um modelo de educação de qualidade e de direitos igualitários”, ponderou. Para tanto, anunciou que na próxima quinta-feira (18) a Unicef, com parceiros, lançará uma nova metodologia que auxiliará os municípios na busca por alunos que estão fora da escola. “Neste ano serão 20 municípios e no ano que vem vamos disponibilizar a ferramenta para todos municípios”.

Sem citar o projeto, mas fazendo referência à importância de um novo e mais atento olhar à educação, Renato Janine Ribeiro, ministro da Educação, declarou: “Nosso ministério não é de punição, é da educação, por isso nossa ênfase não é o castigo, é tornar o castigo desnecessário”.

E a defesa por uma educação de qualidade, voltada para o crescimento do cidadão é também uma bandeira da senadora Fátima Bezerra (PT/RN). A parlamentar lembrou que há quatro anos teve início a luta por um Plano Nacional de Educação (PNE) o qual, no dia 24 deste mês, completa um ano. “Cabe a nós estar cada vez mais mobilizados para cobrar das três esferas a realização das metas. Sabemos que as metas são difíceis e que elas estão a nos desafiar, por isso a necessidade de avançar cada vez mais para que a gente possa construir mais um ciclo de avanços e conquistas da educação brasileira”, destacou.

Autor: Kainka Iaquinto para Undime

Todas as notícias Todas as categorias