26/10/2015 Undime Categorias: Notícia Notícias Undime

Todas as notícias Categorias

Prêmio Undime de Jornalismo anuncia finalistas

13 trabalhos jornalísticos sobre boas iniciativas na educação pública municipal foram selecionados pela Comissão Julgadora. Premiação será no dia 19 de novembro

A União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e seus parceiros – Unesco, Fundação Lemann, Fundação Itaú Social, Organização dos Estados Iberoamericamos (OEI), Instituto C&A, Unicef e Fundação Santillana – têm o prazer de anunciar os trabalhos finalistas da primeira edição do Prêmio Undime de Jornalismo.

Divididos nas categorias Radiojornalismo, Telejornalismo, Webjornalismo e Mídia Impressa, treze trabalhos foram selecionados e concorrerão aos prêmios em primeiro, segundo e terceiro lugar, nas respectivas categorias, e ao prêmio de Menção Honrosa.

Os trabalhos finalistas (em ordem alfabética) são:

- “Com a palavra, as crianças”, Gestão Escolar – de Aurélio Amaral e Karina Padial;

- “Educar em áreas de conflito”, O Globo – série de reportagens feita pelos jornalistas Antônio Gois, Paula Ferreira, Raphael Kapa, Renata Mariz, Carol Knoploch, Paula Araújo, com imagens de Antonio Scorza, Pedro Kirilos e André Coelho;

- “Educação inclusiva: Além da Obrigatoriedade”, TV Claret – de Janaina Aparecida Moro;

- “Filhos de Augusto: O despertar da leitura e a busca do ‘Eu”, TV Assembleia –de José Wanderley Costa Filho; com produção de Normando Dias, Edição de Wellyton Queiroz, imagens de Hiran Medeiros e assistência técnica de Severino Ramos

- “Ilha José Novais”, CBN João Pessoa – de Hebert Araújo;

- “Mestres da criatividade”, Diário de Pernambuco – de Anamaria Melo do Nascimento;

- “Projeto de incentivo à leitura é destaque em escola do sertão da Bahia”, Website Nova Esperança no Ar – de Anderson Ferreira de Souza;

- “Projeto Educacional Bonecas Negras”, Gazeta Comunidade - TV Gazeta afiliada Globo ES – de Camila Sandrini com imagens de Carlos Palito;

- “Projeto Horta Escolar Integra conhecimentos e alimentação saudável em escolas e Cemeis de Goiânia”, Rádio Brasil Central AM e RBC FM – de Riva Blanche Kran, com produção de Vânia Savioli e sonorização de Marcos Leandro;

- “O difícil retorno”, Revista Educação –de Christina Stephano de Queiroz com imagens de Gustavo Marita

- “O Entorno da Educação”, Rádio BandNews FM Brasília – de Ivan Brandão, com edição de Rodrigo Orengo e sonorização de Daniel Costa

- “Uma escola em que os alunos têm voz”, Na Responsa!  - de Ludimila Honorato e Larissa Valença;

- “Vozes do silêncio”, Diário do Nordeste – de Beatriz Jucá;

O primeiro colocado de cada categoria receberá um prêmio no valor de R$ 18 mil reais; para o 2º lugar, prêmio será de R$ 12 mil reais e R$ 8 mil reais para o 3º lugar. Além disso, haverá uma menção honrosa, no valor de R$ 5 mil reais. Os primeiros colocados de cada categoria e o trabalho indicado como Menção Honrosa concorrerão ainda a uma Bolsa de Estudos para o curso de Pós-graduação em Jornalismo, na Universidad Autónoma de Madrid, na Espanha, durante um ano, com estágio remunerado de um ano na sucursal do Jornal El País Brasil.

Critérios de seleção

Os trabalhos indicados ao prêmio foram escolhidos por uma Comissão Julgadora, que reuniu-se no dia 23 de outubro, em Brasília (DF). A Comissão é formada por 20 membros – 5 em cada categoria. São especialistas em Comunicação Social e Jornalismo, professores universitários, profissionais experientes, especialistas em educação e representantes das entidades parceiras.

O trabalho de seleção levou em consideração diversos critérios. Em especial, valorizou a habilidade dos jornalistas inscritos em abordar o tema “Boas Iniciativas na educação básica pública municipal” de maneira coerente e contextualizada. Foram avaliados itens como a qualidade do texto e dos recursos audiovisuais das matérias selecionadas, a visão da educação como uma política pública e como um direito de crianças e adolescentes. A Comissão Julgadora também manteve olhar atento às matérias ou séries de reportagens que valorizassem os profissionais da educação, a voz e a participação de crianças e adolescentes ou a inclusão, diversidade, equidade e cidadania e a capacidade de transformação social. Ao todo, 202 trabalhos foram analisados pela Comissão Técnicas e pela Comissão Julgadora.

Premiação

A cerimônia de premiação será realizada no dia 19 de novembro, em Brasília. Os treze finalistas inscritos serão contactados e convidados pela Undime e seus parceiros a comparecerem ao evento. No caso dos trabalhos finalistas que tiveram a participação de mais de um jornalista, será financiada apenas a vinda a Brasília do jornalista que realizou a inscrição. Os demais profissionais ou seus respectivos veículos deverão arcar com os custos de viagem para a participação no evento de premiação.

O anúncio dos vencedores será precedido por um seminário para jornalistas sobre Educação Básica Pública. O objetivo é valorizar e qualificar as pautas e a cobertura jornalística sobre a educação pública de qualidade. O programa do seminário será apresentado em data próxima à realização do evento.

A primeira edição do Prêmio Undime de Jornalismo conta com o apoio e a parceria de organizações nacionais e internacionais como Unesco, Fundação Lemann, Fundação Itaú Social, Organização dos Estados Iberoamericamos (OEI), Instituto C&A, Unicef e Fundação Santillana.

Sobre a Undime

A União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) é uma associação civil sem fins lucrativos que luta pelo direito à educação pública de qualidade. Desde 1986, ano em que foi criada, a Undime representa os secretários municipais de educação. A missão da Undime é articular, mobilizar e integrar os gestores para construir e defender a educação pública com qualidade social.

Para mais informações:
Telefone: (61) 3037-7888
Endereço eletrônico: premio@undime.org.br
Portal do Prêmio: http://premio.undime.org.br/

Todas as notícias Todas as categorias