25/07/2019 Undime

Todas as notícias Categorias

Livro digital sobre criatividade como ferramenta para mudar a educação está disponível gratuitamente no site do programa Escolas Transformadoras

Publicação traz reflexão sobre a importância da criatividade na transformação de realidades desiguais e como expressão da autoria e autonomia da comunidade escolar

A criatividade é uma das dez competências gerais da educação básica, conforme diz a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Dar importância a essa habilidade é essencial, seja nas escolas ou na sociedade, uma vez que ela é considerada ferramenta crucial para que crianças, jovens e adultos desenvolvam maneiras de encarar a realidade e de solucionar problemas. Com base nesse olhar, o programa Escolas Transformadoras, realizado no Brasil pela Ashoka e pelo Instituto Alana, lança a publicação digital “Criatividade - mudar a educação, transformar o mundo”. Escrita por estudantes, professores, gestores de escola, pesquisadores, profissionais do terceiro setor e professores universitários, a publicação aborda a importância da criatividade na transformação de realidades desiguais e como expressão da autoria e autonomia da comunidade escolar. Os capítulos abordam o tema propondo reflexões inspiradas nas experiências relatadas pelos 43 autores e autoras, que assinam os 15 textos da publicação.

“Vivenciar uma educação de qualidade é direito de todo estudante, educador, família. Mas o que é qualidade se não um conjunto de fatores e valores que transformam a experiência escolar? Longe de oferecer respostas, receitas ou manuais, a publicação instiga seus leitores e leitoras a sair da zona de conforto, explorando soluções para os desafios educativos e sociais e qualificando as relações de ensino e aprendizagem. Aí entra a criatividade: este valor transformador que todos podem cultivar e aprender”, ressalta Raquel Franzim, co-coordenadora do programa Escolas Transformadoras.

A pluralidade é uma das marcas da publicação, que retrata experiências ocorridas nas cinco regiões do país, representadas em cidades de 11 estados brasileiros: Manaus (AM); São Miguel das Matas (BA); Fortaleza (CE); Distrito Federal (DF); Cidade de Goiás (GO); Belo Horizonte (MG); Bananeiras (PB); Glória de Goitá (PE); Jacarezinho (PR); Porto Alegre e Viamão (RS); e São Paulo, Cotia e Campinas (SP). Além disso, o livro também traz uma experiência internacional ocorrida em Portland, nos Estados Unidos.

Sobre a Ashoka

A Ashoka é uma organização social global fundada em 1981 que congrega mais de três mil empreendedores sociais em 92 países, e busca colaborar na construção de um mundo em que Todos sejam agentes de mudança (Everyone a Changemaker), no qual qualquer pessoa pode desenvolver e aplicar as habilidades necessárias para solucionar os principais problemas sociais que hoje enfrentamos.

Sobre o Instituto Alana

O Instituto Alana é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que aposta em programas que buscam a garantia de condições para a vivência plena da infância. Criado em 1994, é mantido pelos rendimentos de um fundo patrimonial desde 2013. Tem como missão “honrar a criança”.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Instituto Alana

Todas as notícias Todas as categorias