16/11/2017 Undime Categorias: Notícia

Todas as notícias Categorias

FNDE lança filme e concurso em homenagem aos 80 anos do livro didático

Estudantes do ensino fundamental e médio público poderão se inscrever no concurso literário a partir de 15 de dezembro

Em razão dos 80 anos de existência da política pública do livro didático, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) lançou filme comemorativo que remonta todo o caminho da cadeia de aquisição dos livros didáticos. Da publicação do edital à chegada do livro nas escolas pode-se levar até três anos. Já o ciclo completo do livro - até o seu descarte final - pode durar sete anos. Todo o processo foi remontado no filme que demonstra o cuidado com a qualidade do material distribuído para os mais de 41 milhões de estudantes de escolas públicas em todo o país. A “Fantástica História dos Livros Didáticos” (link https://youtu.be/0-Fz14JrQEw) tem cerca de 3’40’’ de duração e é dedicada a todos os estudantes e professores brasileiros.

Também foi lançado o concurso literário “Faça parte dessa história”, que pretende selecionar os maiores talentos das escolas públicas do Brasil na arte de escrever. O concurso é voltado para estudantes devidamente matriculados em turmas de ensino fundamental e médio das escolas públicas brasileiras. As inscrições serão realizadas de 15 de dezembro a 2 de março de 2018, unicamente pela página do concurso http://www.fnde.gov.br/concursoliterario/.

Poderão ser inscritas obras nos seguintes gêneros literários: poema, conto, crônica, novela, teatro, texto da tradição popular, romance, memória, diário, biografia, relatos de experiências e história em quadrinhos.

O primeiro lugar de cada uma das categorias ganhará uma viagem internacional para conhecer a maior feira de livros do mundo, a Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha. Os três finalistas de cada categoria (anos iniciais do ensino fundamental, anos finais do ensino fundamental e ensino médio) também serão premiados com uma viagem de visita à Bienal do Livro de São Paulo, em 2018, e poderão acompanhar a produção e distribuição do livro didático, na capital paulista. E ainda levarão pra casa um acervo completo de livros literários.

“O incentivo à leitura deve começar desde cedo. É através dela que nossos jovens podem ampliar seus conhecimentos e criar uma nova percepção de mundo. A capacidade de interpretar o mundo começa aqui e, nesse sentido, a comemoração dos 80 anos do PNLD é uma grande vitória para todos nós. Uma política quase centenária que continua a crescer e a dar bons frutos”, afirma o presidente do FNDE, Silvio Pinheiro. “Acreditamos que o concurso literário será um grande movimento em favor da criatividade dos nossos estudantes. Temos certeza que teremos grandes obras inscritas”, concluiu.

História

O Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) é o mais antigo dos programas voltados à distribuição de obras didáticas aos estudantes da rede pública de ensino brasileira e iniciou-se, com outra denominação, em 1937. Ao longo desses 80 anos, o programa foi aperfeiçoado e teve diferentes nomes e formas de execução. Atualmente, o PNLD é voltado à educação básica brasileira, tendo como única exceção os alunos da educação infantil.

Foi em 1985 que o programa passou a se parecer com o que conhecemos hoje. Naquele ano passou a se chamar Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), e não mudou só de nome. Passou a ser mais democrático e abrangente. Os livros didáticos passaram a ser indicados pelos professores, estabeleceu-se a reutilização do livro, implicando a abolição do livro descartável e o aperfeiçoamento das especificações técnicas para sua produção, visando maior durabilidade e possibilitando a implantação de bancos de livros didáticos. No mesmo ano também chegava ao fim a participação financeira dos estados, passando toda a responsabilidade para o Governo Federal. 

Fonte: FNDE

https://goo.gl/J4dxb8

Todas as notícias Todas as categorias