08/08/2016 Undime

Todas as notícias Categorias

Mais de 300 pessoas participam do seminário no Amazonas e propõem contribuições à Base Nacional Comum Curricular

(Foto: Undime AM)

Ao todo, a Comissão Estadual de Mobilização da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) no Amazonas, formada por representantes do Consed e da Undime, reuniu 396 participantes no seminário sobre o assunto. Realizado nos dias 2 e 3 de agosto, o evento teve como objetivo promover discussões referentes a segunda versão do documento da BNCC e foi realizado na Universidade Nilton Lins, em Manaus (AM).

Os participantes foram selecionados por meio de chamada pública com critérios previamente estabelecidos. A ideia foi contemplar diferentes segmentos da educação no estado. Para tanto, foram selecionados professores, estudantes, especialistas e representantes de instituições.

Além dos selecionados para participar do seminário e dos integrantes da Comissão Estadual da BNCC no estado, estiveram presentes no evento o secretário de Educação Básica do Ministério da Educação (SEB/ MEC), Rossieli Soares da Silva; o secretário de Estado de Educação, Algemiro Ferreira Lima; e a Dirigente Municipal de Educação de Manaus, Kátia Schweickardt.

Antecipando-se à realização do seminário, a Secretaria de Educação do Estado, junto à Undime, promoveu uma formação direcionada aos educadores que atuaram como coordenadores, secretários e relatores durante o evento. Isso porque, no Amazonas, a Comissão Estadual de Mobilização da BNCC, optou por seguir a metodologia sugerida pelo Comitê Gestor dessa etapa de discussão da Base, formado pelo Consed e pela Undime.

A Base Nacional Comum Curricular está sendo discutida em todo o país, por meio dos seminários estaduais. A ideia é que, cada estado, envie ao Comitê Gestor um relatório com as contribuições apresentadas durante o seminário. Caberá ao Comitê Gestor sistematizar os relatórios estaduais e o distrital de forma a apresentar um documento único ao Ministério da Educação.

O Plano Nacional de Educação (Lei 13.005/ 2014) estabelece que a Base deve ser elaborada e enviada ao Conselho Nacional de Educação (CNE), após consulta pública. Na primeira etapa de consulta, o Ministério da Educação (MEC) recebeu mais de 12 milhões de contribuições.

Para mais informações sobre os seminários estaduais que debatem a BNCC, acesse: http://seminarios.bncc.undime.org.br/ 

Fonte: Undime com informações do portal da Seduc AM

Todas as notícias Todas as categorias