08/02/2018 Undime Categorias: Notícia Notícias Undime

Todas as notícias Categorias

Undime realiza reunião do CNR com o MEC para discutir implementação da BNCC

Dirigentes Municipais de Educação dos 26 estados da federação que compõem o Conselho Nacional de Representantes (CNR) e a diretoria executiva nacional da Undime participaram na manhã da terça-feira, 6 de fevereiro, de reunião com representantes do Ministério da Educação para tratar da implantação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

O encontro, realizado em Brasília, no MEC, teve como objetivo apresentar o perfil detalhado dos bolsistas do programa de Apoio à Implementação da BNCC com a descrição e as responsabilidades de cada um. De acordo com a apresentação, os bolsistas serão divididos da seguinte forma:

Coordenador(a) Estadual
Coordenador(a) de Etapa – Educação Infantil
Coordenador(a) de Etapa – Ensino Fundamental Anos Iniciais
Coordenador(a) de Etapa – Ensino Fundamental Anos Finais
Redator(a) de Currículo – Educação Infantil
Redator(a) de Currículo – Ensino Fundamental - Componentes curriculares
Articulador(a) de Regime de Colaboração
Analista de Gestão e Colaboração

O MEC apresentou um cronograma de trabalho que prevê os prazos para que estados e municípios apresentem os nomes daqueles que comporão o conjunto de especialistas e coordenadores de currículo em cada estado, que terão apoio técnico e financeiro para começar o trabalho. Na ocasião, também foi apresentado o cronograma de implementação, que começa agora e vai até janeiro do próximo ano. A proposta é de que até 30 de novembro a proposta curricular tenha sido publicada pelas secretarias de educação.

Serão investidos R$ 100 milhões para apoio técnico e financeiro para início das ações de implantação da BNCC em 2018. Os recursos serão repassados pela União às secretarias estaduais para a implementação da Base e poderão ser utilizados na realização de eventos formativos, como oficinas e seminários, na impressão dos currículos e na contratação de consultores que vão auxiliar na redação dos currículos. Haverá um Comitê de Implementação da BNCC, com representantes do MEC, Consed e Undime.

Para a escolha dos bolsistas, a ideia é que eles sejam definidos em articulação (Undime e Consed) e com base em critérios claros. A proposta é que os bolsistas ingressantes passem por um processo de formação e recebam apoio e acompanhamento por consultores especialistas em currículo. Além disso, deve ser compromisso dos bolsistas, posteriormente, atuarem como formadores do currículo elaborado.

O presidente da Undime e Dirigente Municipal de Educação de Alto Santo (CE), Alessio Costa Lima, parabenizou o Ministério da Educação pela iniciativa de apoiar a Undime e o Consed no processo de implementação da Base e aproveitou a oportunidade para reforçar que tanto a escolha dos bolsistas quanto todo o trabalho deve ser feito em regime de colaboração entre Undime e Consed. “Precisamos ter um bom time, com bons jogadores e bons artilheiros para fazermos gol. Por isso, reunimos o Conselho Nacional de Representantes e a diretoria executiva da Undime para falar desse assunto e explicar como deve funcionar o processo”, disse Alessio.

Participaram da reunião o secretário executivo adjunto do MEC, Felipe Sartori Sigollo; o diretor de Programa do MEC, Ektor Passini; o secretário de Educação Básica do MEC, Rossieli Soares da Silva; o diretor de Currículos e Educação Integral do MEC, Raph Gomes Alves; a coordenadora-geral de Educação Infantil, Carolina Velho; e a coordenadora-geral do Ensino Fundamental, Aricélia Nascimento.

Clique aqui para ver mais fotos da reunião.

Fonte/ Fotos: Undime

Todas as notícias Todas as categorias