Você está aqui: Página Inicial > Notícia > Notícias Undime > Primeiros debates do Fórum Regional Sul pautam a alfabetização

Todas as notícias Categorias

03/06/2024 Undime

Primeiros debates do Fórum Regional Sul pautam a alfabetização

 Cerca de 500 pessoas do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina participam do evento

 

A primeira mesa-redonda do Fórum Regional Sul tratou da “Execução do Compromisso Nacional Criança Alfabetizada: regime de colaboração, monitoramento e avaliação das atividades e resultados”. O debate foi protagonizado pelo diretor de Políticas e Diretrizes da Educação Integral Básica do MEC, Alexsandro Santos; e o pesquisador do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd/UFJF), Caíque Bellato. A mediação foi dividida pela presidente da seccional do Paraná, Marcia Baldini, Dirigente Municipal de Educação de Cascavel/ PR; e pela vice-presidente da seccional paranaense, Marli Fernandes, Dirigente Municipal de Educação de Apucarana/PR.

“Nós trouxemos informações sobre o monitoramento desse um ano de implementação do Compromisso Criança Alfabetizada e tentamos mostrar o que a gente já fez e que está bom e o que a gente ainda precisa fazer para garantir 100% das crianças alfabetizadas no Brasil”, disse o representante do MEC.

Ainda no âmbito alfabetização, a manhã do primeiro dia encerrou com a mesa-redonda “O Censo Escolar como ferramenta para qualificar a colaboração federativa: matrículas em EJA e em Tempo Integral/Construção do Indicador Criança Alfabetizada”. Os convidados, todos do Inep foram: o coordenador-geral de Controle de Qualidade e de Tratamento da Informação, Fábio Pereira Bravin; e o diretor de Avaliação da Educação Básica, Rubens Campos de Lacerda. A mediação foi feita pela Dirigente Municipal de Educação de Tramandaí/RS e membro do Conselho Fiscal da Undime Rio Grande do Sul, Alvanira Ferri Gamba. 

Bravin destacou que tanto o Censo Escolar quanto a Avaliação Educacional, o Saeb, são políticas públicas que se realizam com a cooperação entre os entes federados, os estados, os municípios, e o Inep do apoio de todos esses entes para que se realize, se materialize, e o país tenha informações adequadas para dar conta do desafio e almejar onde quer chegar através dessas pesquisas, desses processos de avaliação.

Segundo ele, o Inep está moldando um processo de avaliação que permitirá a autarquia reconhecer os desafios também nas localidades, nos municípios, nos estados, as desigualdades existentes e poder avançar.

Para Márcio Andrei de Melo, Dirigente Municipal de Educação Adjunto de Santa Maria/RS, que já trabalha com o Censo na secretaria há 8 anos, o debate foi proveitoso. “É muito importante essas colocações porque vários municípios acabam não executando de forma correta [o Censo Escolar], o que ocasiona atraso na hora de prestar as informações. Os esclarecimentos são fundamentais. E a celeridade que o governo tem dado para passar os recursos está ajudando muito”, avaliou.

A programação do evento, que se estenderá até terça-feira (4), marca uma importante oportunidade para discussões profundas sobre os desafios e oportunidades educacionais específicos da região sul do país.

 

Fonte e fotos: Undime


Parceria institucional