04/09/2018 Undime

Todas as notícias Categorias

Inep divulga indicadores da Taxa de Rendimento e Taxa de Não Resposta do Censo Escolar

Os indicadores educacionais da Taxa de Rendimento e Taxa de Não Resposta extraídos do Censo Escolar 2017 foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) na segunda-feira (3).

A Taxa de Rendimento traz dados sobre aprovação, reprovação e abandono divididos entre Brasil, regiões, UFs, municípios e escolas. Já a Taxa de Não Resposta apresenta informações com o percentual de alunos sem informação de rendimento/movimento escolar e também é possível consultar por Brasil, regiões, UFs, municípios e escolas. Todo o conjunto é extraído do Censo Escolar 2017.

Assim como os outros Indicadores Educacionais do Censo Escolar 2017, quem estão sendo atualizados desde julho de 2018, essas Taxas estão disponíveis para consulta no Portal do Inep, na seção Dados. Ao selecionar o indicador de interesse, serão listados todos os anos em que ele foi divulgado. É possível fazer download dos dados por Brasil, regiões e unidades da federação; municípios e escolas.

Indicadores Educacionais – Capazes de agregar valor analítico e avaliativo às estatísticas, os Indicadores Educacionais do Censo Escolar permitem conhecer não apenas o desempenho dos alunos, mas também o contexto socioeconômico e as condições de em que se dá o processo ensino/aprendizagem no qual os resultados foram obtidos. Os Indicadores são úteis principalmente para o monitoramento dos sistemas educacionais, considerando o acesso, a permanência e a aprendizagem de todos os alunos. Dessa forma, contribuem para a criação e o acompanhamento de políticas públicas voltadas para a melhoria da qualidade da educação e dos serviços oferecidos à sociedade pela escola.

Os indicadores calculados a partir dos dados do Censo Escolar têm valores estatísticos e contribuem para o monitoramento e implantação de políticas públicas educacionais. A atuação do Inep se resume na produção da informação para o diagnóstico e como subsídio para a formulação, para o monitoramento e para a avaliação de políticas públicas. Cabe ao Ministério da Educação (MEC), que é o formulador de várias políticas públicas, as Secretarias Estaduais de Educação e Municipais, a governabilidade de comentar dentro dessa visão. Já o Inep está apto a explicar os dados estatísticos e metodológicos na visão técnica.

Fonte: Inep

https://bit.ly/2CfE28H

 

Todas as notícias Todas as categorias