22/08/2018 Undime

Todas as notícias Categorias

Experiência educacional argentina é destaque no 7º FNEx

“Para que uma criança possa sonhar com um futuro individual, mas também coletivo, é preciso articular estratégias que mobilizem esforços entre diferentes agentes, desde redes de saúde, entidades culturais, esportivas e a outras esferas de uma comunidade”. Este é o segredo adotado pela Província de Santa Fe (Argentina) para mudar a educação na região do centro-leste da Argentina, transformando-a em referência como cidades educadoras.

Convidada do 7º Fórum Nacional Extraordinário dos Dirigentes Municipais de Educação (7º FNEx), realizado em Recife (PE), entre os dias 14 e 17 de agosto, a Ministra da Educação da Província de Santa Fe (Argentina), Claudia Balagué, citou a adoção de distintos planos educativos como o primeiro passo para estruturar um novo modelo educacional.

Entre as ações adotadas pelo governo de Santa Fe para promover inovações estão a prática da interdisciplinaridade e interação entre professores, da Pedagogia Empreendedora para levar a metodologia de ensino a alunos da Educação Básica, e a estruturação da Alfabetização Audiovisual e Digital para familiarizar estudantes e professores às novas tecnologias. Claudia Balagué ainda citou a criação de Comunidades de Aprendizagem, de Tertúlias Literárias e Rodas de diálogo entre alunos e suas famílias e a fundamentação do esporte como instrumento de convivência como saídas essenciais para a restruturação do conceito do ensino.

“É preciso interação para que a escola não se torne uma caixinha isolada e tenha as portas e janelas abertas para que a criatividade chegue às escolas”, defendeu. “É preciso usar criatividade, analisar territórios e avaliar os resultados de programas para ir permanentemente corrigindo, melhorando e colocando foco naquelas ações que dão resultado”, afirmou.

Ao lado do antropólogo e educador Tião Rocha e do Dirigente Municipal de Educação de Alto Santo/ CE e presidente da Undime, Alessio Costa Lima, Claudia Balagué ainda apontou o uso de três premissas para a execução bem-sucedida do formato educacional adotado nas mais de 4 mil escolas da Província: inclusão, qualidade e justiça educativa.

“Uma escola não pode trabalhar sozinha. Como dizia Nelson Mandela, é preciso toda a comunidade para educar a uma criança. Cada empresa, cada instituição também pode participar para que não esteja distante dos alunos e seja algo à parte do desenvolvimento de sua própria cidade”, destacou.

Falando aos 1.500 gestores presentes no 7º FNEx sobre a importância das comunidades e de atores sociais no processo de ensino, Tião Rocha, lembrou que a educação é um processo de troca de aprendizado e que só pode existir sendo plural. “Nós, educadores, devemos ser convocadores de aldeias. A escola é um grande centro de convocação da comunidade e deve servir para que nenhuma criança se perca”, salientou.

Idealizador e Diretor-Presidente Banco de Êxitos – Solidariedade e Autonomia –, criado em 2003, em Belo Horizonte/ MG e do Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento (CPCD), ele narrou experiências desenvolvidas no âmbito da educação ao longo de sua trajetória no Brasil, com passagens ainda por Angola e Guiné Bissau. “Precisamos quebrar paradigmas que nos fizeram acreditar como valor. Precisamos parar de olhar para o lado vazio do copo, em índices negativos e focar em conceitos como o IPDH – o índice Potencial de Desenvolvimento Humano. Cada comunidade tem potencial e é preciso convocar estes sujeitos”.

O Fórum
A sétima edição do evento debateu, entre os dias 14 e 17 de agosto, em Recife (PE), “O Direito à educação e a garantia ao acesso, à permanência e à aprendizagem”. Dividido entre mesas-redondas, conferências e oficinas, o Fórum ainda estimulou o debate em torno de assuntos como a implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e o Financiamento da educação.

Ao final do 7º FNEx, a Undime aprovou uma Carta, elaborada em conjunto com os 1.500 participantes do 7º Fórum Nacional Extraordinário dos Dirigentes Municipais de Educação, representantes de quase mil municípios brasileiros.

Todas as notícias Todas as categorias